search
 

Iniciação Científica

A iniciação científica representa o primeiro contato que o os alunos de graduação têm com a pesquisa acadêmica, oferecendo a oportunidade de realização de estudos aprofundados sobre temas da escolha dos discentes ou, ainda, o seu envolvimento em projetos de pesquisa coordenados por pesquisadores mais experientes.

A iniciação científica pode ocorrer por períodos variados, enquanto o discente estiver matriculado em atividades vinculadas aos cursos de graduação, devendo contar, necessariamente, com o acompanhamento de um professor orientador.

Levando-se em conta que a formação de um cientista é fruto de longo e árduo processo, a iniciação científica oferece uma oportunidade para os alunos que tenham interesse em pesquisas científicas, pensam em seguir carreira acadêmica, ou desejam realizar um estudo sobre determinado tema.

A PUC Minas tem vários programas de incentivo à iniciação científica, organizados segundo duas modalidades: 

  • remunerada - com bolsas de órgãos e agências de fomento
  • voluntária – sem contrapartida financeira.

Note-se que em ambos os casos as atividades de pesquisa relacionadas à iniciação científica deverão ocorrer no âmbito de projetos de pesquisa vinculados a editais de pesquisa da PROPPg ou de outros órgãos internos ou externos à Universidade.

Vantagens da iniciação científica

Todos os anos, no mês de outubro, a PROPPg realiza o Seminário de Iniciação Científica onde são apresentados os trabalhos de pesquisa dos alunos e onde são premiados os destaques de cada área do conhecimento. O evento conta com a avaliação de pesquisados vinculados ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq e gera uma publicação indexada dos trabalhos de pesquisa inscritos no Seminário, em livro editado pela Editora PUC Minas.      

Além disso, o envolvimento em atividades de pesquisa pode valer horas complementares (ACG) em alguns cursos de graduação; facilitar o desenvolvimento dos trabalhos de conclusão de curso de graduação; promover o amadurecimento acadêmico dos estudantes; aproximar os discentes dos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu e Grupos de Pesquisa; reduzir o tempo médio de permanência na pós-graduação; e ampliar a empregabilidade dos estudantes.

Oportunidades de iniciação científica na PUC Minas

A PUC Minas, há décadas, incentiva a pesquisa de professores e alunos de graduação e de pós-graduação. A Pró-reitoria de Pesquisa e de Pós-graduação é responsável pelos programas que fomentam a formação de pesquisadores de iniciação científica, contando com cinco tipos de chamadas:

  • Fundo de Incentivo à Pesquisa – FIP / PUC Minas para os projetos propostos por professores e doutorandos, com processo seletivo anual e que incluem, obrigatoriamente, um ou dois bolsistas da graduação em cada proposta.
  • Programa de Apoio à Iniciação Científica e Tecnológica – PIBIC / FAPEMIG para projetos propostos por alunos de graduação, de modo individual ou em duplas, com processo seletivo anual e que incluem, necessariamente, a participação de um professor orientador
  • O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica – PIBIC / CNPq para os projetos propostos por professores, com processo seletivo anual e que incluem, obrigatoriamente, um ou dois bolsistas da graduação em cada proposta.
  • O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação – PIBITI/ CNPq para projetos que promovam o desenvolvimento tecnológico e inovação propostos por professores, com processo seletivo anual e que incluem, obrigatoriamente, um ou dois bolsistas da graduação em cada proposta.
  • O Programa de Iniciação Científica Voluntária – PICV / PUC Minas para projetos propostos por professores, com processo seletivo em fluxo contínuo e que incluem, obrigatoriamente, de um a quatro discentes voluntários, que se envolvem em atividades de pesquisa sem bolsa ou outro tipo de compensação financeira.
Voltar​​

Acesse as redes sociais.

Instituições da Arquidiocese de Belo Horizonte

A Sociedade Mineira de Cultura é uma entidade beneficente da área de educação, portadora do Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social - CEBAS-Educação.