Tempos fraturados: Brasil pós 2018

Os cursos de Jornalismo e de Publicidade e Propaganda da PUC Minas São Gabriel promovem o evento Tempos Fraturados: Brasil pós 2018, nesta segunda e quarta-feira, 29 e 31 de outubro, no Teatro da Unidade (rua Walter Ianni, 255, Prédio E), em Belo Horizonte. O evento vai reunir especialistas para debater o contexto brasileiro após o resultado do segundo turno das eleições. No dia 29, haverá gravação ao vivo do podcast Anticast, seguido de bate-papo com a plateia. Além do criador do podcast, o professor Ivan Mizanzuk, da PUC-PR, participará também João Carvalho, apresentador dos podcasts The Creptos e Revolushow. Na quarta-feira, será a vez dos professores Wilson Gomes (UFBA) e Carlos D'Andréa (UFMG) discutirem a comunicação nas eleições e traçarem algumas projeções do cenário futuro.

        O evento é gratuito e aberto à comunidade.                                                        

Programação:

29/10, segunda-feira, 19h

Gravação do Anitcast ao vivo - Segundo turno: resultados e análises

Ivan Mizanzuk: Doutor em Tecnologia (UTFPR) e professor de história da arte e design na PUC-PR e UniBrasil nos cursos de Design, Arquitetura e Jornalismo. Criou em 2011 o Anticast, um dos mais importantes podcasts brasileiros que discute política, arte, história e cultura digital, e do Projeto Humanos (2015). Autor de Até o Fim da Queda (2014) e coautor de "Existe Design?" (2013).

João Carvalho: Apresentador e produtor dos podcasts The Creptos e Revolushow. Graduação em História (UFMG) com formação complementar em Letras Clássicas e Mestrado em História Social pela USP. João é Oficial de Chancelaria no Ministério das Relações Exteriores.

 

31/10, quarta-feira, 19h

O WhatsApp na eleição de 2018

Wilson Gomes: Professor titular de Teoria da Comunicação na Universidade Federal da Bahia (UFBA), pesquisador e orientador no Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas. É doutor em Filosofia (Universitas a Scte. Thomae, Roma) e pós-doutor em Cinema (USP). Sua linha de pesquisa é comunicação e política e democracia digital. Autor, entre outros, de "Transformações da política na era da comunicação de massa", "Jornalismo, fatos e interesse", "A política na era da timeline", "A democracia no mundo digital". É também coordenador do INCT em Democracia Digital, que envolve a UFBA e mais 19 instituições de ensino superior brasileiras e 23 internacionais.

 

31/10, quarta-feira, 20h40

Sociedade em rede ou da plataforma? Notas para um Brasil pós 2018

Carlos d'Andréa: Professor do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFMG. Membro do Núcleo de Pesquisa em Conexões Intermidiáticas (NucCon). Doutor em Linguística Aplicada e mestre em Ciência da Informação (UFMG). Autor de "Jornalismo convergente", "Olimpíadas Rio 2016: mídia, política, humor", "#BHNASRUAS: Uma Experiência de Cobertura Colaborativa", entre outros. Pós-doutorando na Universiteit van Amsterdam, Holanda.