Inauguração de espaços na Universidade

Nesta sexta-feira, 23 de fevereiro, serão inaugurados alguns espaços importantes na Universidade, com a presença do reitor e bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, professor Dom Joaquim Giovani Mol Guimarães. No Campus Coração Eucarístico, às 10h, haverá as solenidades de inauguração da nova Central de Material e Esterilização e Centro de Acolhimento e Registros de Pacientes, que atende aos cursos do Instituto de Ciências Biológicas e da Saúde (ICBS), e às 11h, no prédio 36, de um refeitório exclusivo para funcionários da Universidade. Na Unidade Praça da Liberdade, será inaugurado, às 18h, o Auditório Liberdade, instalado no Edifício Dom Cabral, de propriedade da Mitra Arquidiocesana de Belo Horizonte. Na ocasião, ocorrerá uma cerimônia simbólica de entrega desse edifício, que passou por mais de dois anos de reforma. Essa solenidade terá a presença também do grão-chanceler da PUC Minas e arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, Dom Walmor Oliveira de Azevedo.

A nova Central de Material e Esterilização começou a funcionar em outubro, no segundo andar do recém-construído prédio 86, localizado entre os prédios 45 e 46, no Campus Coração Eucarístico. No local são desinfetados e esterilizados os instrumentos dos cursos de Enfermagem, Fisioterapia, Fonoaudiologia e, em sua maior parte, Odontologia e conta com equipamentos de ponta como autoclaves de barreira, lavadora extratora, termodesinfectora e secadora, além de um sistema de ar-condicionado voltado para áreas hospitalares, garantindo ambientes totalmente limpos e descontaminados, conforme as exigências das normas da Vigilância Sanitária e as normas mais atualizadas de biossegurança. Também foi construída uma lavanderia no local, que passa a funcionar neste mês de fevereiro, onde serão processadas as roupas e outros tecidos utilizados nos procedimentos e que necessitam ser lavados e esterilizados.

Esses equipamentos eram esterilizados em pequenas centrais nos prédios 45 e 46 e, depois, com a demanda crescente, o serviço passou a ser, em parte, terceirizado para uma empresa e agora está sendo absorvido pela nova central de esterilização da Universidade, segundo a coordenadora do local, professora Maria Eugênia Alvarez Leite.

Refeitório

Já o novo refeitório é um espaço que já funcionava no prédio 36 como um local para refeições, e que foi modernizado e ampliado, passando de uma área de 128 m2 para 183 m2. Com capacidade para 140 pessoas, o local abriga uma cozinha, uma central de café e lavatórios, com acabamento e conforto que atendem às normas da Vigilância Sanitária.

Auditório da Unidade Praça da Liberdade

O auditório Liberdade, do Prédio 1 (Edifício Dom Cabral), da Unidade Praça da Liberdade, localizado no térreo, conta com um projeto arquitetônico moderno e camarim e cabine de som para a realização dos eventos, além de valorização da acessibilidade. O local conta com um total de 254 poltronas ergonômicas.

Além disso, também será realizada uma cerimônia simbólica de entrega do Edifício Dom Cabral, que passou por mais de dois anos de reforma, com um projeto que vislumbrava melhorias na parte interna e externa do prédio.

A revitalização das fachadas do Edifício Dom Cabral foi iniciada em maio de 2014 e vários serviços foram realizados, conforme aprovação do Patrimônio Municipal de Belo Horizonte. Houve a troca de todo o revestimento existente, revitalização dos muros, substituição das esquadrias de ferro por esquadrias de alumínio natural anodizado, mantendo as mesmas características originais. Além da fachada, foram realizados serviços de impermeabilização, drenagem pluvial, troca do piso, entre outros.

Houve, ainda, várias intervenções de infraestrutura na área interna, como substituição de todas as instalações elétricas do prédio; substituição das lâmpadas tradicionais pela iluminação LED, que oferece vantagens, principalmente em termos de durabilidade e no consumo de energia; revisão e instalação de sistema de condicionamento de ar; reforma geral das instalações sanitárias, com a implantação de instalações acessíveis em todos os pavimentos; mudança de local da biblioteca; a ampliação do espaço destinado ao Serviço de Assistência Judiciária (SAJ); a construção de uma área para o atendimento das coordenações dos cursos situados no prédio, entre outras melhorias.