Calendário de Eventos

I Seminário NeuroTópicos

​Para compreender os desafios do processo educacional e falar sobre os questionamentos acerca da eficácia das metodologias de ensino e aprendizagem, a PUC Minas realiza, nesta segunda-feira, 14 de maio, o I Seminário NeuroTópicos, com a participação de dois palestrantes da área neuroeducacional: o professor Marcos Antônio Pereira da Silva (conhecido como Marcos Raggazzi) e a professora Leonor Bezerra Guerra. Realizado pelo curso de pós-graduação em Neurociência e Educação: bases neurofisiológicas do aprendizado, a atividade é aberta aos alunos interessados e terá certificado aos participantes.

Segundo a professora Flávia Lage Pessoa da Costa, uma das coordenadoras, existe a necessidade de repensar as estratégias pedagógicas empregadas nas instituições de ensino para que seja garantida maior eficácia possível no processo de aprendizagem, pretendendo o evento contribuir nesse contexto.  “São frequentes os questionamentos acerca da eficácia das metodologias empregadas no processo educacional e são crescentes os diagnósticos relacionados às dificuldades e aos transtornos de aprendizagem entre as crianças e adolescentes inseridas no ambiente escolar”, explica.


Mais informações: e-mail flavialpc@gmail.com.

Programação:

Data do evento: 14/5/2018, segunda-feira.

Local: Avenida Brasil, 2023. Edifício Dom Cabral. Auditório – 6º Andar.

19h às 20h40 - Palestra: Atestado de Óbito da Pedagogia Tradicional e Certidão de Nascimento da Neuropedagogia? (Professor Marcos Antônio Pereira da Silva)

20h50-22h30 - Palestra: Cérebro e Aprendizagem no Século XXI.
(Professora Leonor Bezerra Guerra)

Professor Marcos Antônio Pereira da Silva (Marcos Raggazzi)
Marcos Raggazzi é licenciado em química pela Universidade de Brasília (UnB), mestrando em ensino de ciências (Ufop), cursou MBA em gestão educacional (USP), é especialista (com pós-graduação latu sensu) em avaliação (UnB), em tecnologia educacional (UnB), em psicanálise da criança e do adolescente (PUC Minas) e em neurociências (UFMG). É professor de ensino médio e de pré-vestibular há 31 anos, autor de vários livros, palestrante, membro do Conselho Diretor e diretor-pedagógico executivo do Grupo Bernoulli (nas últimas dez edições do Enem entre as dez melhores instituições do país) e curador dos grupos (Re)Pensando a Educação, com 23.124 educadores e Conexão Pais e Filhos com 1.732 membros.


Professora Leonor Bezerra Guerra
Médica pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), realizou o mestrado em Fisiologia e o doutorado em Biologia Celular, ambos na UFMG. Fez especialização em Neuropsicologia pela Universidade Fumec. Foi professora associada na UFMG até 2016, quando se aposentou. Na UFMG, atuou no Departamento de Morfologia e no Programa de Pós-graduação em Neurociências do Instituto de Ciências Biológicas. Lecionou Neuroanatomia na pós-graduação e na graduação de Medicina, Psicologia, entre outros cursos da área da saúde. Dedicou-se à pesquisa básica, realizando trabalhos experimentais em modelos animais nas áreas de Angiogênese, Psiconeuroimunologia, Doença de Chagas e Parkinson. Desenvolveu projetos, com adultos e crianças, investigando aspectos das neurociências que influenciam o contexto da escola, como atenção, leitura, regulação emocional e habilidades sociais, além da divulgação científica.  Criou e coordenou o projeto de extensão NeuroEduca, cujo objetivo é a divulgação da neurociência no contexto da educação e da saúde. Por meio dele, colaborou com escolas, da educação infantil ao ensino superior, em todo o Brasil, capacitando educadores. Atualmente, continua realizando o trabalho do NeuroEduca, pois acredita que conhecendo como o cérebro funciona as pessoas podem educar melhor, aprender melhor, cuidar mais de sua saúde e ter uma melhor qualidade de vida. É autora do livro Neurociência e Educação: como o cérebro aprende, publicado pela Editora Artmed, 2011.