25/05/2020 20:00

Projeto LER (Pós-Letras) contribui para a geração de trabalho e renda para migrantes no enfrentamento da COVID-19

O Serviço Jesuíta a Migrantes e Refugiados (SJMR), em parceria com o projeto de extensão LER PUC Minas (Leitura e Escrita com Refugiados e Migrantes) e o Cio da Terra - Coletivo de Mulheres Migrantes, desenvolveu o projeto Protagonismo Migratório no Combate às Desigualdades Sociais na Pandemia da COVID-19, que acaba de receber financiamento da organização alemã Eugen Lutter, que tem como referência no Brasil o padre jesuíta Martinho Lenz SJ.

O projeto visa promover a geração de trabalho e renda de mulheres e jovens migrantes e refugiados, no campo da atuação social. Entre as ações previstas estão a identificação dos mais pobres e vulneráveis, na comunidade, o seu esclarecimento sobre a COVID-19 e os seus direitos sociais no período da pandemia. Além disso, a produção e distribuição gratuita de máscaras e o compartilhamento de informações que visam à proteção individual e comunitária, de forma a combater o risco da desinformação e esclarecer o perigo das notícias falsas. 

O projeto LER, atividade de pesquisa e extensão do Programa de Pós-graduação em Letras da PUC Minas (Núcleo de Direitos Humanos e Inclusão/Proex), vem realizando ações interinstitucionais com o objetivo de contribuir para a geração de trabalho e renda de mulheres e jovens migrantes.

​Leia o texto completo aqui: https://www.pucminas.br/CoronaVirus/noticias/Paginas/-Trabalho-e-renda-para-migrantes-no-enfrentamento-da-Covid.aspx

Parceiros