Planejamento Estratégico e Autoavaliação

Planejamento Estratégico


Compromisso do PPG-Letras com os Direitos Humanos e a Cultura da Paz – Missão do Programa


Os objetivos de formação do PPG-Letras alinham-se a seu compromisso com os Direitos Humanos e a Cultura da Paz, assumido com base em três argumentos, inscritos no campo da ética e da responsabilidade social. Primeiramente, por cumprir o objetivo de exercer institucionalmente, sensibilizando a comunidade social, o papel histórico da atividade científica que praticamos no campo dos Estudos Linguísticos e Literários no Brasil. Em segundo lugar, por colocar em cena discussões que visam contribuir para a reflexão acerca do retorno social das pesquisas realizadas pelo Programa. Esse compromisso reafirma que fazemos parte da comunidade de países latino-americanos, marcados historicamente por uma concreta espoliação de direitos e reconhecidos por diferentes faces da desigualdade social. Em terceiro lugar, por ser um compromisso que visa contribuir para a busca de respostas para problemas e fenômenos situados sócio-historicamente.

Com base nesses princípios básicos, o Programa propõe a realização de práticas de pesquisa, ensino e extensão que se afiliam a uma agenda internacional de defesa dos Direitos Humanos e da Cultura da Paz, na medida em que busca trabalhar a serviço da dignidade e emancipação dos seres humanos, sendo, conforme expressa o Plano de Desenvolvimento Institucional da PUC Minas (2017-2021), "um agente de busca de conhecimento que se alicerça no exercício da autonomia da ciência e liberdade do pensamento acadêmico, na participação ativa na transformação ética da sociedade, com especial atenção a suas dimensões éticas".

 

Planejamento Estratégico do PPG-Letras


O conjunto de objetivos e ações estratégicas assumidos no Planejamento Estratégico da Pró-reitoria de Pesquisa e de Pós-graduação da PUC Minas (PROPPg), organizado a partir de cinco dimensões – pós-graduação, pesquisa, inovação, internacionalização, gestão e processos –, ilumina e orienta o Planejamento Estratégico do Programa no que toca ao seu desenvolvimento futuro e ao compromisso com constantes melhorias e atualizações em suas ações, processos e recursos tecnológicos e infraestruturais.

Visando a seu contínuo fortalecimento e sem perder de vista suas finalidades primeiras, seus compromissos com a formação intelectual, a ciência e a sociedade, o Programa, em consonância com os objetivos estratégicos traçados pela PROPPg, compromete-se, em seu planejamento estratégico, a:

  1. continuar realizando ciclos semestrais e/ou anuais de planejamento e autoavaliação, considerando tanto os dispositivos institucionais instanciados pela Comissão Permanente de Avaliação (CPA) da PUC Minas quanto aqueles levados a efeitos pelo PPG-Letras, tendo em conta aspectos que vão desde a infraestrutura física e administrativa até aqueles diretamente ligados ao funcionamento das disciplinas, das linhas e projetos de pesquisa e dos demais processos e produtos ligados à formação "stricto sensu";
  2. estimular participação de seus docentes e discentes em redes de pesquisas internacionais e nacionais;
  3. estimular a mobilidade de docentes e/ou discentes em visitas técnicas, estágios (doutorado e pós-doutorado) no exterior;
  4. incentivar continuamente a submissão de projetos pelos docentes em editais públicos de fomento à pesquisa, sobretudo em redes de pesquisa nacionais e internacionais;
  5. estimular iniciativas de participação dos docentes em convênios científico-tecnológicos em parceria ou em rede com instituições internacionais;
  6. fomentar a produção científica dos mestrandos e doutorandos em periódicos qualificados;
  7. ampliar o número de publicações de docentes e discentes, em colaboração com parceiros internacionais;
  8. estimular a produção intelectual qualificada do conjunto do corpo docente e discente em veículos de visibilidade externa, preferencialmente, com a participação de coautores estrangeiros;
  9. ampliar a visibilidade e o impacto das pesquisas e demais ações do Programa junto à sociedade;
  10. continuar investindo em projetos que retornem positivamente para a educação básica;
  11. ampliar e consolidar ações de internacionalização, consideradas as várias parcerias listadas na seção "Internacionalização", com impactos evidentes já no quadriênio 2017-2020 e renovados esforços para o próximo quadriênio;
  12. incrementar a presença/participação de professores visitantes, com ênfase para docentes estrangeiros, ao longo do próximo quadriênio;
  13. ampliar o quadro de docentes permanentes, com ênfase para aqueles com regime de dedicação integral (40h);
  14. ampliar a publicação interinstitucional, nacional e internacional, impressa e virtual, de periódicos e livros cuja organização conte com a participação de pesquisadores estrangeiros;
  15. ampliar a realização de cursos, seminários, palestras, bancas de defesa ou outros eventos por meio de videoconferência com a participação de pesquisadores estrangeiros;
  16. ampliar oferta de disciplinas que articulem as duas áreas de concentração do Programa;
  17. estreitar cooperação com Programas da PUC Minas e de outras IES, por meio da oferta conjunta de disciplinas, elaboração de projetos e outras atividades;
  18. investir em ações que deem maior visibilidade nacional e internacional às pesquisas e projetos do Programa;
  19. ofertar disciplinas em língua inglesa, espanhola ou francesa com regularidade;
  20. monitorar o impacto da pandemia provocada pela Covid-19 nas atividades de ensino, pesquisa e extensão, de forma a planejar ações reparadoras.

Autoavaliação


Processos, procedimentos e resultados da autoavaliação do Programa, com foco na formação discente e produção intelectual

 

O processo de autoavaliação do PPG-Letras orienta-se, inicialmente, pelos princípios que regem a proposta de Autoavaliação Institucional da PUC Minas, que tem como objetivo atender à Instituição no desenvolvimento de autoconhecimento, na definição de estratégias, políticas e planos institucionais em diversos níveis.

Nesse sentido, em todos os anos de existência do PPG-Letras, antes de a Autoavaliação ser institucionalizada formalmente por meio de dispositivos e estratégias concebidos com essa finalidade precípua, diferentes ações junto aos alunos, ex-alunos e docentes são percebidas  como iniciativas por meio das quais se pôde/pode "olhar" e "conhecer" o Programa de outros ângulos, visão que, conduzida pelo permanente diálogo, permitiu/permite sua constante atualização face às demandas dos campos científicos e da realidade social em que nos inscrevemos.

Os processos específicos de autoavaliação no âmbito da PUC Minas assumem como diretriz a participação de toda a comunidade acadêmica. Para isso, em um primeiro momento, os envolvidos são convocados a participar do processo de construção dos instrumentos e a responder a eles por meio de questionários ou roteiros específicos. E, em um segundo momento, promovem-se a socialização dos resultados e o compartilhamento das experiências entre os vários setores da Universidade.

A Comissão Própria de Avaliação (CPA) desenvolve diferentes frentes de trabalho, com vistas a alcançar esses objetivos. A ela compete formular e propor políticas e diretrizes para a Autoavaliação Institucional, nos termos da legislação vigente, sob a aprovação do Conselho Universitário.

No final de agosto de 2019, o Colegiado do PPG-Letras instituiu a COMISSÃO DE AUTOAVALIAÇÃO DO PROGRAMA (CAP), constituída por representantes docentes, discentes e do corpo técnico-administrativo, de forma a conduzir e planejar o processo de autoavaliação do Programa, prevendo a efetiva participação de toda a comunidade acadêmica: alunos, professores, funcionários, egressos e a PROPPg.

A CAP instituída compõe-se dos seguintes nomes: Márcia Marques de Morais (representante da área de Literatura); Hugo Mari (representante da área de Linguística); Juliana Alves Assis e Terezinha Taborda Moreira (representantes do Colegiado do Programa); as alunas Ana Karla de Souza Pimenta Domingos (representante discente da área de Literatura), Fernanda Santana Gomes (representante discente da área de Linguística) e Jefferson Medeiros (representante do corpo técnico-administrativo). Sobre a Comissão, é importante assinalar que seus membros foram indicados pelos pares em reuniões abertas com cada grupo.

Ao longo de 2019, 2020 e 2021, a COMISSÃO DE AUTOAVALIAÇÃO DO PROGRAMA levou elaborou e adotou instrumentos para a coleta de dados sobre a percepção de cada segmento envolvido, focalizando os seguintes aspectos, dentre outros: (i) organização do Programa (objetivos, áreas de concentração, linhas de pesquisa, projetos de pesquisa e corpo docente); (ii) processo formativo: disciplinas, seminários, grupos de pesquisa e orientação; (iii) colegiado (funcionamento e atendimento, bem como retorno às demandas dos alunos, professores e funcionários); (iv) secretaria (atendimento, conhecimento geral sobre o funcionamento do programa e encaminhamento das demandas); (v) instalações físicas e biblioteca.

 

Os resultados dos trabalhos da CAP e da CPA foram socializados e discutidos com a participação de alunos, professores e funcionários em dois momentos:

  • Em 5 de março de 2020: "1º Seminário de Integração de Resultados do Processo de Autoavaliação do PPG-Letras".
  • Em 2 de julho de 2021: "2º Seminário de Integração de Resultados do Processo de Autoavaliação do PPG-Letras".
  • 2022: Pesquisa em andamento.

Parceiros