24/06/2021 13:10

 7 PERGUNTAS SOBRE CST EM GESTÃO FINANCEIRA PARA MARCELO RESENDE

 

O professor Marcelo Resende tem grande experiência na área de Administração, com ênfase em Administração Financeira. Graduado em Administração e Mestre em Ciências Contábeis, Marcelo, que também é professor do curso de Ciências Contábeis na PUC Virtual, acaba de assumir a Coordenação do curso de Tecnologia em Gestão Financeira do ICEG. Confira a entrevista a seguir e tire suas dúvidas sobre este Tecnólogo.

1 - Quais as vantagens de fazer um curso Tecnólogo em Gestão Financeira?

R - Entre elas, está a formação profissional aplicada em empresas reais ao longo de todos os semestres do curso e tendo a condição de verificar de forma imediata a utilização dos fundamentos teóricos. Além disso, o curso oferece uma visão específica de todo o funcionamento da área financeira das empresas, com formação direcionada à área de interesse do aluno. Também é importante notar que, junto conosco, o aluno pode acompanhar o desenvolvimento de suas habilidades e competências ao longo de cada projeto realizado. Sem falar na formação rápida, em apenas dois anos, e com custo reduzido.

2 - O que o aluno irá aprender no curso?

R - Através de microfundamentos específicos, o aluno irá aprender temas ligados à gestão contemporânea de negócios, gestão de ativos financeiros com abordagens contábeis e financeiras, análises de viabilidade de negócios e investimentos, além de gestão focada em planos estratégicos sustentáveis. Ele será capaz de analisar o ambiente econômico global e considerar seus impactos na gestão financeira, elaborar relatórios quantitativos e analíticos de resultados financeiros para tomada de decisão e emissão de pareceres técnicos, realizar o controle do capital de giro e orçamentário das organizações e avaliar custos de captação de recursos e rentabilidade de aplicações, bem como compreender de forma estruturada o funcionamento do mercado financeiro. É importante lembrar que o Tecnólogo em Gestão Financeira que estamos oferecendo é formado por quatro eixos temáticos que são semestrais. Cada eixo é composto por sete microfundamentos específicos, cujos conteúdos conduzirão à construção de um projeto real e aplicado que será o norteador de todos os conteúdos de cada semestre.

3 - Considerando o mercado de trabalho cada vez mais competitivo, quais as vantagens de possuir um título de Tecnólogo em Gestão Financeira?

R - Em relação ao mercado de trabalho, as principais vantagens são participar de um processo de aprendizagem com aplicação prática e imediata dos conhecimentos teóricos, favorecendo a atuação nas empresas. Também são fatores decisivos o fato de que o Tecnólogo de Gestão Financeira do ICEG ESCOLA DE NEGÓCIOS oferece formação específica e objetiva na área financeira. E tudo isso para que o aluno possa conseguir um diploma de curso superior em apenas dois anos. Mas é preciso sempre lembrar que os projetos que realizamos são produzidos em equipes, priorizando o trabalho em equipe, que é uma tendência do próprio mercado.

4 - Quais as vantagens que alguém que já possui graduação na área gerencial tem em fazer o Tecnólogo em Gestão Financeira?

R - A vantagem é poder se especializar ainda mais na área financeira e ter a chance de aplicar de forma real e imediata toda a formação conceitual recebida na graduação.

5 - Qual o diferencial do curso de Tecnologia em Gestão Financeira do ICEG?

O diferencial é que ele é todo estruturado em torno de projetos reais, aplicados imediatamente e ao longo de todo o curso em empresas reais. Este ponto é um diferencial importantíssimo dos demais cursos de tecnologia e também dos programas de graduação ofertados no mercado.

6 - Qual a importância da Coordenação do curso de Tecnologia em Gestão Financeira para uma carreira tão rica como a sua?

Creio que o principal é organizar e implantar um curso absolutamente inovador e totalmente aplicado, com o gerenciamento constante de equipes e de relacionamento com empresários Não é um desafio pequeno. Já tive a oportunidade de criar o curso de Ciências Atuariais da PUC Minas, no início dos anos 2000, quando praticamente não havia quase nenhum profissional atuário no Brasil, o que também representou um imenso desafio. Da mesma forma, participar da criação de um curso a partir de uma estrutura educacional tão diferente dos modelos tradicionais de ensino, de forma remota, com bastante tecnologia e interagindo a cada instante com os empresários e com o mercado é realmente um processo desafiador e que só vem somar à minha carreira.

7 - Quais são os grandes desafios deste curso para você?

Certamente que é garantir a qualidade dos projetos que são oferecidos às empresas reais, promovendo uma interação verdadeira entre universidade e empresas, sempre objetivando manter a perenidade de um projeto que é de bastante relevância não apenas para as instituições empresariais atendidas, mas, sobretudo, para a formação aplicada dos alunos.

Selo Cor.png