06/07/2023 15:10

 PUC Minas é destaque em rankings internacionais de educação

 

PUC Minas subiu de posição no Times Higher Education Latin America University Rankings 2023, ranking que avalia o desempenho das universidades latino-americanas. A instituição agora ocupa o 86º lugar entre as melhores universidades da América Latina. Na edição anterior, ocupava a posição 101-125. Em 2023, 197 instituições foram rankeadas em 15 países. A PUC Minas é a única universidade privada de Minas Gerais a figurar na lista. "Atualmente os rankings são uma referência mundial de qualidade das Universidades. Temos trabalhado para entender a metodologia dos rankings com o objetivo de que os resultados reflitam a seriedade e excelência da Universidade", explica o Secretário de Planejamento e Desenvolvimento Institucional e presidente da Comissão Permanente de Rankings Internacionais da PUC Minas, professor Marcos André Kutova.

A Universidade se destacou nos indicadores ensino (ambiente de aprendizagem), pesquisa (volume, receita e reputação) e citações (influência da pesquisa). O THE também avalia os indicadores renda da indústria (transferência de conhecimento) e perspectiva internacional (pessoal, estudantes e pesquisa).

Em primeiro lugar no ranking, está a Pontificia Universidad Católica de Chile (PUC Chile), seguida pela Universidade de São Paulo (USP) e pela Universidade de Campinas (Unicamp).

O Brasil é o país mais representado no ranking, com 65 instituições classificadas. A Colômbia é a segunda, com 36 universidades, seguida pelo Chile, com 32.

PUC Minas segue como Universidade privada mineira melhor avaliada no QS World University Rankings

PUC Minas se mantém como a única Universidade privada mineira entre as Instituições de Ensino Superior (IES) melhor avaliadas pela consultoria internacional QS World Rankings, segundo resultado divulgado em junho deste ano. O ranking é elaborado anualmente desde 2011 pela agência britânica Quacquarelli Symonds (QS) e nesta edição avaliou 1.500 instituições em 104 localidades.

Entre as quatro IES mineiras presentes na avaliação, de um total de 35 brasileiras públicas e privadas, a PUC Minas ocupa a quarta posição no estado. Neste ano, pela primeira vez na história, a Universidade de São Paulo (USP), passou a integrar o rol das 100 melhor avaliadas mundialmente e assumiu também a primeira colocação na América Latina, seguida da Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM).

Nova metodologia

Neste ano, em sua 20ª edição, três novas métricas foram incorporadas à metodologia de avaliação do ranking, totalizando 11 critérios, acompanhando a evolução das prioridades das instituições de ensino: a sustentabilidade, a inserção no mercado de trabalho e rede internacional de pesquisa, com percentuais específicos, além da reputação acadêmica, reputação de empregabilidade, citações por faculdade, proporção de professores por aluno, qualificação de docentes, citação por artigo/trabalho, impacto na web, rede de pesquisa internacional. Segundo pesquisas da consultoria, cerca de 80% do corpo discente acredita que as universidades podem fazer mais pelas questões ambientais.