Logon

 12/04/2024 11:00

O Coordenador do Museu de Ciências Naturais, curador da Coleção de Invertebrados e professor do Departamento de Ciências Biológicas do Instituto de Ciências Biológicas e da Saúde da PUC Minas (ICBS), Prof. Dr. Henrique Paprocki, lançou a publicação Uma viagem pelo Rio Doce: conhecendo a biodiversidade terrestre da bacia durante o I Simpósio de Integração de Pesquisa na Bacia do Rio Doce na última sexta-feira, 5 de abril.

A publicação, em coautoria com o Prof. Dr. Diogo Loretto, docente do Instituto de Educação Continuada da PUC Minas (Iec), e com a Profa. Dra. Elizângela Silva Brito, especialista em ecologia e conservação de répteis e anfíbios, aborda a importante biodiversidade existente na Bacia do Rio Doce, registrada no Programa de Monitoramento da Biodiversidade Terrestre realizado pela Fundação Renova como uma das ações de reparação da Bacia, decorrentes do rompimento da barragem de Fundão, localizada em Mariana, Minas Gerais, em 5 de novembro de 2015.

O evento, que aconteceu entre os dias 4 e 6 de abril, no Campus da Universidade Federal de Viçosa (UFV), foi uma iniciativa conjunta das redes de pesquisa Terra-Água (UFV) e Biochronos da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) para discutir e abordar os impactos de um dos maiores desastres socioambientais da mineração no mundo, especialmente para os ecossistemas aquáticos e terrestres. Sob a coordenação do Prof. Dr. Carlos Frankl Sperber (UFV) e do Prof. Dr. Geraldo Wilson Fernandes (UFMG), o Simpósio buscou aprofundar o entendimento sobre os impactos do desastre, promover a colaboração entre os pesquisadores e as instituições envolvidas na pesquisa da bacia do Rio Doce, proporcionar um espaço de coworking e integração entre especialistas e pesquisadores do segmento.


Leia também