​Conheça o MBA em Gestão Estratégica de Processos de Negócio

​​

Ana Catarina Lima Silva​ é bacharel em ciência da computação, mestre em administração de empresas e diretora daGestão Inovadora, empresa com foco em gestão de processos de negócio (BPM), automatização e treinamento em processos. Juntamente com Rosilane Ribeiro da Mota, doutora pela UFMG em Computação Afetiva ela coordena o MBA em Gestão Estratégica de Processos de Negócio ofertado pela PUC Master.

Ana Catarina é, ainda, Diretora Adjunta e Gestora Regional da ABPMP​, Association of Business Process Management Professionals, no Brasil. A associação internacional reúne profissionais de BPM (Business Process Management) e dedica-se à promoção dos conceitos e práticas de gestão de processos de negócios. Nesta entrevista, ela fala sobre o curso ofertado pela PUC Master, atuação do profissional e panorama de mercado. Confira:

O que é o Gerenciamento de Processos de Negócios? 

O que a versão 3.0 traz de avanços para as empresas e para as organizações?

Gerenciamento de Processos de Negócio ou BPM (Business Process Management) é muito bem definido pelo CBOKversão 3.0* como "uma disciplina gerencial que integra estratégias e objetivos de uma organização com expectativas e necessidades de clientes, por meio do foco em processos ponta a ponta. Engloba estratégias, objetivos, cultura, estruturas organizacionais, papéis, políticas, métodos e tecnologias para analisar, desenhar, implementar, gerenciar desempenho, transformar e estabelecer a governança de processos."

Isso quer dizer que BPM é gerenciamento, não é TI, mas tem um forte componente tecnológico que nos apoia fortemente no controle, automatização, monitoramento e simulação dos processos. BPM é muito mais amplo do que apenas trabalhar processos isoladamente. Ele envolve a organização como um todo, de modo a alinhar estratégia e metas da organização e as necessidades dos clientes por meio dos processos, em um trabalho integrado e sistêmico, com foco do cliente.

* BPM CBOK é a sigla Business Process Management Commom Body of Knowledge que traduzido para o português é Corpo Comum de Conhecimentos em Gerenciamento de Processos de Negócio. O BPM CBOK é um documento mantido pela associação internacional ABPMP – Association of Business Process Management Professionals e contém uma visão sobre todas as fases para a realização de um projeto de BPM ideal.)

Qual a atuação do profissional especializado em Gerenciamento de Processos de Negócios?

O profissional pode atuar em organizações de quaisquer portes, tipos ou segmentos. Todas elas possuem processos - mesmo que as pessoas não tenham consciência disso - e sempre há oportunidades de melhoria. Nesse sentido, a atuação é ampla e tem crescido de modo interessante nos últimos anos, à medida que as empresas passam a ter maior consciência de que processos existem e que tratá-los de modo estruturado e adequado pode trazer resultados significativos.

Quais as principais características do trabalho do gestor de processos de negócios?

O trabalho envolve a necessidade de amplo conhecimento técnico e profundo entendimento sobre o significado do Gerenciamento de Processos de Negócio. Ética, motivação, habilidade para mobilização de pessoas e para lidar com grandes desafios estão entre as características pessoais do profissional que deve, também, enxergar oportunidades a partir das possibilidades geradas por meio das otimizações e transformações dos processos e, consequentemente, das empresas.

O Master ofertado neste semestre pela PUC Master é derivado de um curso de especialização, certo?

Correto. Ele é derivado da especialização em Gestão Estratégica de Processos de Negócio, um curso muito bem sucedido, pioneiro em Minas e de certa forma (de acordo com vários consultores e professores), pioneiro também no Brasil no que diz respeito a essa abordagem sobre BPM de modo estratégico. Ele é cuidadosamente estruturado, com visão ampla e alinhada com informações atualizadas e com as mais recentes informações de ponta em BPM.

A especialização em Gestão Estratégica de Processos de Negócio foi o primeiro curso no Brasil que teve a aprovação da ABPMP Brasil e, atualmente, a PUC Minas continua tendo esse como o único curso de pós graduação em Minas Gerais com esse credenciamento. A instituição o referencia como um dos melhores do país. Outro dado interessante é que essa pós nasceu antes de a ABPMP chegar ao Brasil e já estava quase totalmente alinhado aos conceitos e diretrizes da referida Associação.

Esse curso já formou quantas turmas? Quais as mudanças no Programa atual em relação à especialização anteriormente ofertada?

Já formou 8 turmas,desde 2007. Duas ainda estão em curso, em fase de conclusão. Ao longo dessas 10 turmas, trabalhamos evoluções, ajustes, melhorias de acordo com as necessidades acadêmicas e de mercado, tudo isso com a proposta de levar sempre aos alunos informações de ponta e totalmente alinhadas com a ABPMP. A visão da necessidade do equilíbrio entre a informação, didática e informações objetivas das práticas de mercado sempre foram uma base e uma preocupação constante dentro de todo o planejamento.

Agora, com o MBA, toda essa base de experiência vivenciada nessas turmas anteriores muito bem sucedidas, o curso está sendo revisto de modo a permitir a ampliação do conhecimento dos alunos com o módulo exclusivo Gerencial, que não existia antes. Além dessa introdução do módulo Gerencial, o núcleo de Formação Específica foi revisado para se tornar mais aderente ainda ao CBOK 3.0 e às mais novas tendências de BPM. Algumas disciplinas tiveram seu conteúdo revisados, outras foram substituídas por disciplinas com foco voltado para a necessidade de formar um profissional que poderá atuar também como gestor de processos e não somente como analista de processos. Assim, toda a releitura do curso foi realizada para atender mais profundamente a necessidade de mercado na abordagem de temas gerenciais.

Os ex-alunos estão no mercado?

Sim, com certeza, a grande maioria está realmente atuando com processos, nas mais variadas vertentes. Alguns desses alunos são hoje consultores em processos, assim como há também analistas, especialistas em enfoques específicos de processos, gestores e coordenadores de processos. A atuação também ocorre nos mais variados ramos e atuação (empresas de pequeno porte, grande porte, governamental ou setor privado). Alguns já foram chamados para trabalhar em outros estados. Temos também ex-alunos que foram absorvidos como professores dentro do próprio curso (pelo menos três deles atuam no curso). Além disso, são vários alunos que obtiveram o CBPP, certificação fornecida pela ABPMP que atesta conhecimento, experiência e prática em Gerenciamento de Processos de Negócio. Sem contar os inúmeros alunos que conseguiram remodelar e redirecionar sua vida profissional para a atuação em processos graças ao curso.

Conte-nos um pouco sobre o seu trabalho na​ ABPMP:

Como Gestora Regional, atuo promovendo eventos da ABPMP abertos ao público. O próximo, ABPMP BPM Meet Up, inclusive, acontece no dia 21 de agosto. Somente este ano já foram dois ABPMP BPM Meet Up​ em Minas, e estamos programando pelo menos mais dois para 2014. Praticamente todos esses eventos estão sendo apoiados pela PUC Minas.

Além disso, faço palestras e outras divulgações das atividades da ABPMP, com objetivo de divulgar e conscientizar os profissionais na região. Também acompanho a atuação e indico profissionais com CBPPs de destaque em sua atuação voluntária nas atividades dos eventos da ABPMP em Minas para que possam se tornar Delegados Regionais pela ABPMP.

Como Diretora Adjunta, tenho responsabilidade em decisões dentro do Comitê Gestor da ABPMP Brasil, com abrangência nacional, principalmente do ponto de vista de ações que ampliem a atuação da ABPMP e seu alcance para um maior número de profissionais.

O que resume a atuação de um bom profissional da área?

É aquele que não desiste e se sente desmotivado por nada. Gosta de desafios, assume riscos (mas de modo responsável, planejado) e da falta de rotina, mas é disciplinado o bastante para atuar em atividades rotineiras quando necessário. É flexível e não fica preso a receitas prontas, e utiliza com desenvoltura seus conhecimentos teóricos, aplicando-os de modo a obter sempre os melhores resultados. Possui princípios éticos e respeito pelas pessoas e pela organização, mobilizando-as e motivando-as na busca de melhores resultados e transformações que façam a diferença na organização/empresa.

Instituições da Arquidiocese de Belo Horizonte